quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Visitas pastorais

Este negócio de fazer visitas, coisa de pastor à moda antiga, nem sempre é uma experiência agradável. Acontece de tudo, sabe aquele briga de casal mal resolvida, e que você chega e um dos cônjuges subtilmente pergunta: "- Pastor, o que o senhor acha disto?" Lançando para nós aquela pergunta que foi motivo da briga da noite anterior. O pastor mal terminou seu café, e já se vê envolvido no meio da confusão. Foi golpe baixo!

É ainda há aquelas casas onde os donos mantém um daqueles cãozinhos chatos e "endemoniados" que não nos deixam em paz, há aqueles que basta olhar para eles que as pestes mostram os dentes. E a família fica: "Pode passar a mão pastor, ele não morde!" Já cheguei a conclusão que todo cachorro com menos de 20cms de altura e 40cms de comprimento, é usado por Satanás para provar o pastor.

Sem contar as "delícias que o pastor precisa provar". Uma vez deram-me uma beringela assada recheada com carne, um horror, que você como querendo a morte. É por aí vai!

Uma irmã insistiu muito para que eu fosse fazer uma visita, cheguei lá e fui enjaulado numa sessão destas empresas que vendem produtos tipo pirâmides financeiras, e o pior, o cão de Satanás estava lá!


Pastor

Sem comentários:

Enviar um comentário